Textículo

Aos mestres, com carinho

Comente este artigo

Eu poderia escrever muita, muita coisa sobre os professores.

Poderia dizer que eles são FUNDAMENTAIS para a construção de um país digno e próspero.

Poderia citar sobre a jornada de trabalho árdua, fatigante, cansativa e não-recompensada, dada a importância de suas tarefas.

Poderia escrever um discurso imenso sobre a política de sufocamento educacional deste país, justamente com o intuito de não educar as camadas sociais menos favorecidas e, com isso, manter a política de cabresto e de pão-e-circo, que sustenta-se neste país desde o início da República.

Eu poderia ainda, descrever as experiências MARAVILHOSAS que tive durante toda a minha existência, o prazer que senti e ainda sinto, ao receber as gotas de sabedoria compartilhadas por estes mestres incansáveis do saber - os verdadeiros guerreiros da transformação humana - e como isso transformou e ainda transforma a minha vida.

Eu poderia tecer elogios infindáveis sobre seus esforços sobrehumanos em encontrar forças para manter sua dignidade e fé na sua filosofia de ensino, em encontrar sentido no seu juramento em educar e colaborar intrínsicamente para o desenvolvimento social - mas que não recebe o valor moral e material, a contrapartida essencial para manter a sua PRÓPRIA vida com dignidade.

Eu poderia pedir sinceras desculpas, por todos os momentos em que não compreendi a sua postura diante do quadro negro e desrespeitei sua autoridade, sua sabedoria, seus anos de experiência - parte em virtude da ignorância juvenil, parte devido à arrogância primitiva, comum à todos nós, em achar que somos donos da verdade, quando na realidade, seremos, TODOS, sempre alunos de alguém…e professores de tantos outros.

Eu poderia escrever muitas coisas. Vocês merecem, do fundo do meu coração, toda a gratidão, todo o respeito, todos os elogios, todos os aplausos do mundo.

Mas o que eu quero dizer para vocês hoje - com toda a sinceridade - é:

MUITO OBRIGADO, POR TUDO!

Não desistam JAMAIS, Professores.

Jamais.

Fábio Marchi
Um bugre que gosta de escrever.

Dê sua opinião, comente este artigo!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.