Lifestyle

Beber cerveja depois do exercício está liberado

Comente este artigo

Philip J. Atherton e Matthew Brook, ambos da Universidade de Nottingham, têm uma boa notícia para você: pode beber uma cerveja depois do treino que não irá engordar por isso.

Em uma publicação feita no site The Conversation, o professor e o doutorando (respectivamente) avaliam os prós e contras do consumo desta bebida depois de um treino e concluem que, afinal, não faz mal como se pensava.

Para os dois investigadores, o valor calórico da cerveja até pode não ser o mais adequado para um pós-treino, contudo, quando estão em causa atividades longas e intensas, beber uma cerveja consegue ser até ser benéfico, uma vez que fornece carboidratos, dos quais açúcares, o que ajuda a compensar a fadiga causada pelo treino.

Além disso, e apesar de conter menos sódio, a cerveja se apresenta como uma melhor opção do que as bebidas energéticas, especialmente se a pessoa optar por uma versão sem álcool. 

Mas, existem algumas ressalvas a serem feitas. De acordo com Atherton e Brook, o consumo de cerveja após um treino tem um lado negativo e que pode levar a que muitos atletas excluam esta bebida do leque de opções: o álcool presente na cerveja pode interferir com a capacidade de recuperação muscular, deixando a pessoa mais propensa a desenvolver lesões.

“Na verdade, em muitos casos, o consumo moderado de álcool tem se mostrado mais como um protetor geral, do que prejudicial. Mas tudo com moderação”, aconselham, salientado que a água deve continuar sendo a bebida consumida durante o treino.

Nathalia Claro

Dê sua opinião, comente este artigo!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.