Pesquisa de opinião do Datafolha mostra que 65% dos brasileiros ainda não têm interesse pela Copa do Mundo que será realizada em um mês e meio na Rússia. O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 2.948 brasileiros em 185 municípios das 27 unidades da federação entre os dias 24 e 25 de abril. 

Entre os entrevistados, 28,3% disseram não estar nada interessados no mundial e 37,5% disseram ter pouco interesse, somando 65,8% para o desinteresse. Já os interessados somam 33,2%, sendo que destes 8,8% estão muito interessados e 24,4% estão interessados. 1% dos entrevistados não sabem ou não responderam. 

Matéria continua após a publicidade

Na estratificação por idade, são os mais novos que têm mais interesse, chegando a 43% de interesse entre os entrevistados de 16 a 24 anos.

O grau de confiança da pesquisa é de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2 pontos percentuais para os resultados gerais. Para os estratificados a margem de erro chega a 5 pontos percentuais. 

Mas porque o brasileiro perdeu interesse na copa?

Matéria continua após a publicidade

Faltando pouco mais de um mês para a estreia da Copa do Mundo pouca gente fala da competição e do desempenho da Seleção Brasileira. Não se vê bandeiras pelas ruas e muito menos as tradicionais calçadas dos bairros sendo pintadas. Para falar, a verdade nem os programas esportivos debatem o assunto. Talvez o Mundial de Rússia seja o menos falado da história por aqui. E ao analisar uma pesquisa feita pelo Datafolha nessa semana ficou comprovada essa sensação.

O aumento daqueles que disseram não ter nenhum interesse pela Copa subiu de 18% (última pesquisa feita nas vésperas do Copa da África em 2010) para 42%. Ou seja, em oito anos mais do que dobrou o número de brasileiros que não estão nem aí pela maior competição de Seleções do planeta. Alguém sabe explicar o porquê disso? Tem gente mais otimista que vai culpar o Felipão e sua turma da humilhante goleada por 7 a 1 para a Alemanha.

Para especialistas, são muitas as questões, mas a principal talvez se resuma na palavra: corrupção. O grande problema do desinteresse repentino do povo pela Copa é a rede de CORRUPÇÃO e de LAVAGEM DE DINHEIRO que foi instalada na CBF pelos últimos presidentes em pelo menos três décadas. Todos os cartolas ou estão presos ou são procurados pela polícia internacional por PICARETAGEM pesada. Paira no próprio comandante a desconfiança nas convocações. Ainda mais vendo nomes constantes e inexplicáveis como Taison e Ismaily.

Portanto é mais do que justificável esse pé atrás do povo com a Seleção da CBF. Porque a verdade é essa, não é? A Confederação é uma entidade privada que só faz é arrecadar dinheiro as custas do amor do brasileiro pelo futebol.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos