Acordo estabelecido ontem pela manhã, em Brasília, entre os ministérios da Defesa e Segurança Pública, permitirá ao Exército apoiar as polícias militares dos Estados. A medida é um esforço do governo federal para ajudar a segurança nas unidades da federação. Atualmente, a área de segurança pública do Rio de Janeiro está sob intervenção, à comando do Exército.

Anunciado como Plano Nacional de Apoio e Fortalecimento das Polícias Militares, o acordo foi firmado pelos ministros da Segurança Pública, Raul Jungmann, e da Defesa, Silva e Luna. A gestão das parcerias ficará sob a responsabilidade da Inspetoria Geral das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros, segmento do próprio Exército. O investimento inicial no plano seráde R$ 5 milhões.

Matéria continua após a publicidade

O secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, avaliou como bastante positiva a parceria, principalmente para um estado como o Mato Grosso do Sul, que tem fronteiras importantes (Paraguai e Bolívia) para as ações de segurança. Contudo, ele ressaltou que já há uma contribuição importante do Exército, por intermédio do Comando Militar do Oeste (CMO) em muitas ações de polícia realizadas na região.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos