Uma adolescente de 13 anos foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros com queimaduras graves após atear fogo no próprio corpo, em Campo Grande. O fato ocorreu por volta das 16h30 de ontem (5), no bairro Jardim Itália. Ainda bastante abalada, a avó da menina, de 57 anos, que pediu para não ser identificada, contou que estava com a filha (mãe da adolescente) na sala assistindo à TV quando ouviu os gritos por socorro. A neta estava no banheiro e teria passado álcool em gel (o frasco foi encontrado pela avó) no corpo e colocado fogo com um fósforo. O cômodo da casa não tem portas, o que facilitou o socorro. Foi a avó que, com um pano, conseguiu apagar as chamas e chamar pelo resgate.

A avó contou que a adolescente sempre foi muito quieta e educada. Ainda conforme a avó, o comportamento dela apresentou mudanças nos dois últimos dias, depois de passar o fim de semana em uma chácara onde funciona uma clínica de reabilitação . De acordo com a avó, ela não queria deixar o local quando foram buscá-la. Ontem, chegou a ingerir calmantes da mãe. “A minha neta sempre foi muito educada, muito quieta. Nunca deu problema na escola. Não sei o porque fez isso. Ela não contou o que aconteceu. Na hora, ela se arrependeu. Pedia muito perdão para mim e para Deus”, contou a avó.

Matéria continua após a publicidade

A adolescente foi socorrida com cerca de 70% do corpo queimado e, acompanhada da mãe - que estava em estado de choque -, foi encaminhada para a Santa Casa de Campo Grande. Os ferimentos atingiram, principalmente, a região do tórax e nas costas, como contou a avó.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos