Uma adolescente de 17 anos denunciou na última semana, o padrasto de 57 anos, que a estuprou por oito anos. Os abusos começaram quando ela tinha 9 anos. O crime aconteceu na cidade de Anaurilândia – a 366 quilômetros de Campo Grande. O caso só veio à tona neste fim de semana.

O homem, que é aposentado, trabalhava como motorista de ônibus escolar em uma empresa terceirizada que presta serviços ao município. Ele foi preso na última quinta-feira (18). Mas, na delegacia ele nega que tenha estuprado a enteada.

Matéria continua após a publicidade

O delegado que cuida do caso, Robson Ferraz Gonçalves, disse que mesmo negando há indícios de que ele tenha cometido o crime, “A mãe da menina alegou que não sabia o que acontecia, e descobrimos que ela também era uma vítima do autor com base em longo histórico de violência física e psicológica”, disse.

As investigações começaram após a adolescente resistir aos estupros cometidos pelo aposentado. Segundo o delegado, o inquérito deve ser concluído nesta semana e laudos psicológicos serão anexados ao processo, segundo o site Nova News.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos