Em Mato Grosso do Sul, nuvens muito carregadas se espalham e o tempo fica mais instável. / Imagem: Correio Da Manhã

O ar quente e úmido sobre o Centro-Oeste e áreas de instabilidade que já estavam sobre a maior parte da Região vão ter a influência nesta sexta-feira de um sistema de baixa pressão que se desenvolve pelo Paraguai e a Bolívia e colabora para aumentar ainda mais as condições de chuva, principalmente no Mato Grosso do Sul.

A sexta-feira (30), será de alerta para temporais em todo o estado de Mato Grosso do Sul. Nuvens muito carregadas se espalham e o tempo fica mais instável. No decorrer do dia, as nuvens avançam e encontra uma atmosfera quente e úmida sobre o estado o que facilita a ocorrência de pancadas de chuva de forte intensidade durante a madrugada, manhã e também à tarde e a noite. De acordo com os meteorologistas, não dá para descartar a queda de granizo em algumas cidades, inclusive em Campo Grande. As rajadas de vento podem alcançar 90km/h.

Matéria continua após a publicidade

Queda de temperatura

A partir de sábado, as áreas de instabilidade mais intensas começam a se afastar de Mato Grosso do Sul e a nebulosidade diminui. O primeiro fim de semana de dezembro começa com sol em grande parte de Mato Grosso do Sul, incluindo Campo Grande, mas nas áreas ao norte e leste do estado que fazem divisa com Goiás, São Paulo e Mato Grosso ainda pode chover com moderada a forte intensidade.   

Ventos frios de origem polar começam a chegar entre o fim da tarde e noite de sábado sobre Mato Grosso do Sul e traz uma ligeira queda de temperatura. Mas, no domingo, esse ar mais frio de origem polar se espalha e a queda de temperatura será sentida em todas as cidades do estado.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos