Alunos do Campus Pantanal (UFMS), em Corumbá, se mobilizam nesta quarta-feira (15) contra cortes na educação.

O movimento de manifestação nacional que ocorre nesta quarta-feira (15), em todo Brasil, contra os cortes de 30% do orçamento pelo Ministério da Educação em relação às verbas da Educação Básica e do Ensino Superior, continua a ocorrer em Corumbá.

Alunos de diferentes cursos do Campus Pantanal da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (CPAN/UFMS) se mobilizam desde as 16h00 em frente a Unidade I, localizada na Avenida Rio Branco.

Matéria continua após a publicidade

Com cartazes e panfletos, alunos do CPAN manifestam indignação contra cortes recentes na verba da educação. / Imagem: Renan Igor

A intenção é realizar panfletagens e manifestar repúdio contra as recentes decisões e declarações do Ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Matéria continua após a publicidade

Nesta quarta-feira (15), o ministro declarou no Plenário da Câmara, em Brasília, que não irá retroceder no que ele chama de “contingenciamento de orçamento”, à despeito das manifestações que ocorrem em todo Brasil. Conforme Weintraub, não há cortes, mas uma retenção de gastos de 3,5% que serão administradas ao longo do ano.

Alunos manifestaram no final da tarde nesta quarta-feira (15), na Avenida Rio Branco, em frente ao Campus Pantanal da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. / Imagem: Leandro Vieira

Para a professora do curso de Pedagogia do Campus Pantanal, Nicole C. M. de Moraes, o momento é crítico em todos os setores da educação brasileira, e as manifestações são a maneira democrática dos alunos e dos profissionais demonstrarem a importância da valorização do ensino e da pesquisa, dentro e fora das instituições.

“Nós estamos desde a 8h00 da manhã desta quarta-feira (15) nos mobilizando junto à professores da Rede Municipal de Ensino de Ladário e Corumbá, bem como junto aos alunos e familiares que apoiam a causa. Os cortes na educação representam um grave retrocesso nas políticas públicas do Brasil. Hoje, diferente do que o Ministro Weintraub dispôs em seus comentários, não estamos de balbúrdia, mas estamos, democraticamente, demonstrando a importância do ensino e da pesquisa no Brasil, e no nosso caso, em Corumbá e Ladário. Muitos alunos de diferentes cursos vieram nos apoiar, pois sabem da luta cotidiana que enfrentamos para oferecer uma educação de qualidade, e, sobretudo, uma educação pública. É um direito que precisamos preservar!”.

Alunos do CPAN manifestam contra cortes na educação nesta quarta-feira (15) / Imagem: Renan Igor

Neste momento (18h), alunos e professores participam de aula pública no Campus Pantanal, aberta à toda comunidade pantaneira.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos