O treinador da equipe de vôlei de Jardim (MS), Tomaz Avelar de Aquino (56), foi preso nesta terça-feira (6) em Campo Grande por suspeita de estupro de vulnerável e armazenamento de imagens pornográficas de crianças.

A diretora da escola estadual é quem denunciou o suposto abuso de alunas por parte de um professor de vôlei, de acordo com a polícia. As investigações, ainda de acordo com a polícia, são mantidas em sigilo. O número de possíveis vítimas também não foi divulgado. Quando preso, o professor foi levado da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro para a delegacia do município. A investigação aponta que ele usava o cargo de técnico para conseguir fotos intímas e a suspeita é que tais imagens tenham sido compartilhadas com outras pessoas.

Matéria continua após a publicidade

Segundo a polícia, o professor de educação física foi denunciado por fotografar nuas as meninas que participavam da equipe, no último sábado (3).  A investigação está a cargo do delegado Alex Sandro Antônio, da 1ª Delegacia de Polícia em Jardim. Segundo ele, a mãe de uma das meninas levou a denúncia ao Ministério Público. Ela apresentou várias fotos pornográficas da filha, que foram encaminhadas ao técnico. “Usando do cargo, ele [Tomaz] tirava fotos das alunas sob pretesto que precisava ‘avaliar’ o corpo delas para decidir se entrariam ou não no time”, detalha o delegado.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos