Uma mulher de 43 anos foi morta a pedradas pelo marido em Itanhaém, no litoral de São Paulo, segundo confirmado pela Polícia Civil nesta quinta-feira (12). O autor, identificado como Paulo Lima dos Santos, de 46 anos, cometeu suicídio após matar Maria Rute Santos Nogueira. O casal tinha cinco filhos. O crime foi cometido por ele não aceitar o fim do relacionamento.

Segundo informações, eles ainda moravam juntos. O crime ocorreu na quarta-feira (11), na Avenida Santo André, no bairro Itapel. Policiais militares atenderam a ocorrência e, no local indicado, encontraram Maria em um sofá com lesões na região da cabeça – já sem vida. Santos foi encontrado nos fundos da residência, também sem vida. Ele teria se enforcado.

Matéria continua após a publicidade

A Polícia Civil relatou que eles estavam discutindo quando tudo aconteceu. O motivo da briga seria porque Maria Rute queria a separação e Paulo não aceitava. Eles ainda moravam juntos. Ainda conforme acrescenta a polícia, não havia registros de boletim de ocorrência da vítima contra o marido por violência.

Matéria continua após a publicidade

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), um facão, um fio, pedras, dois celulares e uma quantia em dinheiro foram apreendidos. Exames periciais foram solicitados ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML).

O caso foi registrado como feminicídio, violência doméstica e suicídio no 3º DP de Itanhaém. Os corpos serão encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos