Critérios para a prova prática do concurso de escrivão da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul foram alterados. / Imagem: Ilustrativo

Após reclamações de candidatos, que planejavam uma denúncia no Ministério Público, os critérios para a prova prática do concurso de escrivão da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul foram alterados nesta quinta-feira (17). A exigência da digitação de 2.000 caracteres em cinco minutos era considerada desumana pelos candidatos e foi reduzida pela metade: 1.000 caracteres.

A prova acontece no próximo domingo (20) e será uma das últimas etapas para a seleção do cargo de escrivão, que oferece remuneração inicial de R$ 3.888,26.

Matéria continua após a publicidade

A prova prática de digitação do concurso da Polícia Civil de MS acontece no próximo domingo (20). Confira edital.

Entenda 

A exigência de 2 mil caracteres em cinco minutos era considerada absurda entre os candidatos. Os concurseiros planejavam um protesto e uma denúncia ao Ministério Público. 

Matéria continua após a publicidade

O concurso para escrivão do Governo do Estado de Goiás, em 2017, exigia a digitação de um texto de 2 mil caracteres em 10 minutos, o dobro do tempo. Outro concurso citado foi o da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul em 2008, na qual a prova prática exigia a digitação de 2 mil caracteres em 15 minutos – o triplo do tempo. Em prova realizada neste ano, o TJ/SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) exigia dos candidatos a digitação de um texto de 1.800 caracteres em até 11 minutos.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos