O laudo indicou que a criança morreu por choque hemorrágico, provocado por uma lesão no pâncreas. / Imagem: Divulgação

Foi preso na segunda-feira (16), em Mundo Novo, um casal suspeito de espancar um bebê de 1 ano até a morte. A mãe de 23 anos e o padrasto da criança de 25 anos foram presos em casa.

Antes da criança morrer, a mãe procurou o hospital da cidade afirmando que filho havia se afogado em casa enquanto tomava água, mas durante o atendimento foi constatado maus-tratos contra o bebê, Pedro Henrique Oscar de 1 ano e 7 meses. Os médicos constataram que a criança apresentava um quadro de parada respiratória, que evoluiu para outras duas paradas cardiorrespiratórias.

Matéria continua após a publicidade

Foi tentada a reanimação do bebê por uma hora, mas a criança não resistiu e morreu. A morte foi comunicada a polícia, que investigou o caso. O laudo da morte do bebê indicou que ele morreu por choque hemorrágico, provocado por uma lesão no pâncreas. A perícia ainda concluiu que o bebê apresentava várias lesões tanto internas, quanto externas, características de maus tratos.

A Delegada Allana Zarelli, informou que várias diligências estão sendo realizadas para apuração de todas as circunstâncias do crime e que ainda aguarda resultado de laudos biológicos. “No momento nenhuma hipótese está descartada. Há lesões sugestivas de abusos sexuais, mas ainda é cedo para afirmarmos que tenha ocorrido. Por outro lado, há indícios suficientes de que os investigados concorreram para a morte da vítima, razão pela qual estamos lavrando auto de prisão em flagrante e representando pela prisão preventiva de ambos”, disse a delegada.

O casal está junto há cerca de 8 meses. A mulher ainda tem outros dois filhos, um de 5 e outro de dois anos. Durante o dia as crianças ficavam na creche e somente o bebê era cuidado pela mãe.

Matéria continua após a publicidade

Idas ao hospital

Em 22 de agosto deste ano, o bebê foi levado pela família ao Hospital Municipal da cidade, com uma das pernas quebradas em dois lugares. Na ocasião os enfermeiros acionaram o Conselho Tutelar, e a mãe disse que o filho havia se machucado no berço, onde provavelmente teria prendido a perna ao tentar descer.

Com informações Midiamax

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos