Sentado no colo da mãe e dentro de um carro, um bebê de 10 meses foi atingido por um prego que ficou alojado em seu crânio. O caso ocorreu na noite dessa terça-feira (30/07/2019) no bairro Paciência, localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Na tarde desta quarta (31/07), ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo informações do jornal O Dia, a mãe relatou aos médicos que o veículo estava parado na Rua José Montenegro de Lima quando escutou um estouro em um dos vidros traseiros. Foi então que percebeu que o filho estava sangrando e o levou imediatamente para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município. Um exame de imagem constatou o objeto alojado na cabeça da vítima.

Matéria continua após a publicidade

A criança foi transferida depois para o Hospital Pedro II, em Santa Cruz. Lá, ele chegou a ser operado e estava estável na UTI.

O caso é investigado pela 36ª Delegacia de Polícia, em Santa Cruz. Policiais militares chegaram a ser acionados, mas não encontraram nenhum suspeito que pudesse ser responsável pelo disparo do objeto de metal.

Informações preliminares dão conta de que o prego pode ter partido de pistola usada para fixação de gesso, de uma obra que ocorre nas proximidades onde o carro estava parado. A mulher disse ao O Dia que não tinha ninguém na rua no momento em que o automóvel foi atingido.

Agentes da Polícia Militar foram até o local, mas não encontraram nenhuma pessoa suspeita. Até o momento, não há informações de quem possa ter disparado o prego.

Matéria continua após a publicidade

A investigação do caso está sendo realizada pela 36ª Delegacia de Polícia, em Santa Cruz.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos