Orçamento foi aprovado na sessão de ontem (11), na Câmara Municipal de Corumbá-MS. / Imagem: Divulgação

A Câmara Municipal de Corumbá aprovou por unanimidade na sessão ordinária de ontem, terça-feira, 11 de dezembro, o Projeto de Lei do Executivo que estima a receita e fixa as despesas do Município para o exercício financeiro de 2019, que será de R$ 653.500.000,00, importando o Orçamento Fiscal em R$ 443.351.500,00, e o Orçamento da Seguridade Social em R$ 210.148.500,00.

O Projeto de Lei foi aprovado pelos vereadores com apenas duas emendas, uma delas de autoria do vereador Tadeu Vieira, que garante a importância de R$ 1,2 milhão para aplicação em equipamentos de segurança de trânsito, como semáforos e construção de passarelas elevadas de pedestre.

Matéria continua após a publicidade

Para 2019, o Orçamento de Corumbá cresceu 8,25% em relação a 2018, que foi de R$ 599.570.000,00, uma diferença de R$ 53.930.000,00. Vale lembrar que a Receita Orçamentária decorrerá da arrecadação de tributos, transferências constitucionais e outras receitas correntes e de capital, em observância a legislação vigente.

Para a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, o Orçamento de 2019 prevê R$ 170.578.000,00. Outros R$ 128.235.000,00 serão destinados à pasta da Saúde; R$ 126.182.500,00 para a Educação, e R$ 123.430.000,00 para a Secretaria de Finanças e Gestão.

Orçamentos 2016-2017

Matéria continua após a publicidade

O orçamento de Corumbá em 2017 superou a quantia de meio bilhão de reais. O valor cresceu 7,967% em relação a 2016. Foram estimados R$ 38 milhões a mais nos cofres da administração municipal. O orçamento previsto em 2017 foi de 515 milhões 782 mil e 507 reais incluindo arrecadações de tributos, de receitas correntes e de capital e deduções previstas em lei. O orçamento de 2016 foi de R$ 477.721.461.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos