O beisebol em Corumbá foi desenvolvido em 2002 pela Convenção Batista Sul-Mato-Grossense - associação de natureza religiosa e sem fins lucrativos fundada há mais de dezessete anos na região.

Corumbá - Às 10h00 da quinta-feira (09), a viatura de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros Militar deslocou até a Rua Tiradentes com Rua Rio Grande do Sul, no Bairro Cristo Redentor, onde um terreno estava em chamas.

Devido a grande extensão do terreno, foi produzida uma quantidade significativa de fumaça, prejudicando a qualidade do ar e o trânsito no local.

Matéria continua após a publicidade

No local, foram realizados o combate e a extinção das chamas, sendo gastos 2.500 litros de água.

O local era um Campo de Basebol que está abandonado e sem manutenção há anos.

Basebol em Corumbá

Matéria continua após a publicidade

O basebol em Corumbá foi desenvolvido pela Convenção Batista Sul-Mato-Grossense - associação de natureza religiosa e sem fins lucrativos fundada há mais de dezessete anos na região.

Integrante do Projeto Pantanal, a prática do beisebol tinha intuito de servir como uma missão socioeducativa, oferecendo o esporte como um amparo para crianças e adolescentes do bairro Cristo Redentor.

Em 2002, uma equipe de treze jogadores profissionais de basebol dos Estados Unidos chegou de oferecer uma Clínica de Treinamento de Beisebol para jovens de 08 à 15 anos no bairro.

Em 2004, houve até uma a disputa entre a Seleção de Basebol de Corumbá contra o time FCA All Star Team do estado da Virgínia, nos Estados Unidos.

De 2010 para cá, o Campo de Basebol foi abandonado.

Todavia, de 2010 para cá, o local foi abandonado. De acordo com a FUNEC, a prefeitura não teve nenhum tipo de vínculo com o desenvolvimento do projeto, mas chegou de ampará-lo na época, incentivando sua prática.

Além de Corumbá, muitas cidades desenvolveram projetos semelhantes e ainda são fortes produtoras de atletas na modalidade, como Naviraí, que juntamente com o Governo do Estado, na época no governo de André Puccinelli, manteve o projeto “Beisebol pela Vida”, que inicialmente servia como projeto social para crianças carentes e hoje conquista títulos em campeonatos interestaduais.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos