Gabriele Cavassa / Imagem: Arquivo Pessoal

A beleza e a simpatia de Gabriele Thereza de Jesus Cavassa conquistaram os jurados da etapa sul-mato-grossense do Miss Brasil Terra 2018 que ocorreu no dia 07 de setembro em Campo Grande, no shopping Bosque dos Ipês contando com 13 concorrentes. 

A corumbaense de 21 anos e 1,70 de altura nos concedeu uma breve entrevista abordando um pouco de sua trajetória no mundo da beleza.

Matéria continua após a publicidade

Diferente do que muitos pensam, nem tudo foi flores na vida de Gabriele. Segundo a candidata ao posto de Miss Brasil Terra deste ano, quando criança, ela sentia-se extremamente inferiorizada pelas outras crianças na escola, sobretudo por ser negra.

Gabriele que não era considerada "tão bonita" por fugir dos padrões de beleza tão caros a sociedade como a pele branca e os cabelos lisos, não imaginava que após a adolescência despontaria como modelo fotográfica e se tornaria, hoje, candidata à miss em um dos mais concorridos concursos de beleza do país.

"Quando criança sempre fui inferiorizada por outras crianças. Por ser negra sempre alguma criança na escola não gostava de mim. Por morar apenas com meu pai, muitas vezes ele me deixava sair sem pentear o cabelo. Apenas na adolescência eu comecei a querer cuidar da minha aparência, a me preocupar com meu cabelo, que era alisado desde os 9 anos. Porém ainda sim, sofria muito por pensar que outras pessoas eram sim mais bonitas que eu".
 

Matéria continua após a publicidade

Com a adolescência, Gabriele passou a valorizar mais sua própria aparência e a se apaixonar pela fotografia. Postando as fotos que ela mesma tirava nas redes sociais, logo os convites começaram a surgir para atuar como modelo fotogràfica profissional.

"Quando ganhei uma câmera digital passei a andar com ela o tempo todo. Me gravando, tirando muitas fotos mesmo! Depos comecei a postar essas fotos nas minhas redes sociais e fui angariandpo seguidores. As pessoas começaram a gostar e logo veio o primeiro convite como modelo de maquiagem, depois sessão de fotos para uma loja. E hoje estamos no miss".

Para Gabriele. a sociedade ainda lida com padrões de beleza estereotipados. Para ela, o corpo das pessoas, cabelos, gostos e estilos são divergentes, e não concorda que as pessoas mudem por padrões de beleza, ou para aceitação dentro da sociedade. Segundo a candidata, as pessoas do mundo precisam valorizar mais a própria sua beleza.

"O que eu tenho a dizer para as jovens que sofrem, se matando aos poucos todos o dias, para se sentirem bonitas? A beleza é subjetiva sim, e primeiro elas devem se sentir bonitas por dentro. A maior beleza ela vem de dentro. As pessoas devem entender que elas são bonitas, independente do que ouvirem. Quando se trata da sua aparência do seu próprio eu, não agrade para satisfazer os outros queridos, agrade somente a si mesmo e Deus, o resto pode ir contra, mas apenas você é dono(a) da sua vida, então faça aquilo que te faz feliz".

Gabriele venceu no último dia 07 de setembro, a etapa sul-mato-grossense do Miss Brasil Terra 2018

O concurso Miss Brasil Terra existe em nível internacional há 17 anos, sempre abordando a proteção ambiental e a preservação da "Mãe Terra". O Miss Terra coopera diretamente com o Departamento Ambiental das Nações Unidas (UNEP).

Gabriele aguarda agora a etapa nacional do concurso que será realizado no Paraná entre os meses de outubro e novembro.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos