Eleitores pantaneiros correram no Fórum Eleitoral nesta segunda-feira (06) para regularizar o título no prazo. / Imagem: Arquivo Pessoal de Waldson Diniz

A tarde da segunda-feira (06) foi marcada por enormes filas no Fórum Eleitoral de Corumbá, localizado na Rua Luís Feitosa Rodrigues, no bairro Guatós. Hoje foi o último dia para os eleitores, que não votaram e nem justificaram o voto nos três últimos turnos, regularizarem o título.

Conforme o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o eleitor que não regularizou até hoje suas pendências terá o título cancelado e, consequentemente, será vetado de inúmeros procedimentos públicos importantes como na emissão de passaporte ou na participação de concursos públicos.

Matéria continua após a publicidade

No “desespero”, muitos ladarenses e corumbaenses correram para regularizar o título nesta segunda, o que provocou longas filas e uma espera que passava de uma hora. Eleitores reclamavam da falta de informações, e alguns aguardavam procedimentos em filas erradas.

“Fiquei meia hora em pé naquela fila à esquerda, e só quando chegou a minha vez que foram me dizer que aquela fila é somente para quem já pagou a multa e eu deveria ir para o final de uma outra fila. Agora estou na fila certa para emissão do boleto da multa e vou ficar mais meia hora de pé”, reclamou a dona Neide Braga (68) que não vota desde a última eleição municipal em 2016 por questões familiares “Cuido de meus netos lá no Taquaral, é difícil sair pra votar”, explica.

O Fórum Eleitoral recomenda que, para agilização do processo de regularização, os eleitores entrem o site oficial do Tribunal Superior Eleitoral, façam a consulta do título e verifiquem suas multas on-line no endereço: http://www.tse.jus.br/eleitor/servicos/titulo-de-eleitor/quitacao-de-multas. Deste modo, os eleitores poderão eles mesmo imprimirem os boletos, pagarem o GRU no Banco do Brasil ou em aplicativos do BB, e depois somente levarem o comprovante.

Matéria continua após a publicidade

Infelizmente, por desconhecimento ou falta de acesso à internet, muitos eleitores permaneceram nas longas filas somente para a geração do boleto, tendo a maioria que se deslocar aos bancos para realizar o pagamento e, depois, novamente, retornar ao Fórum Eleitoral para entregar o comprovante de pagamento.

Como saber se o seu título está sujeito a cancelamento?

Você pode consultar a situação de sua inscrição no seu cartório eleitoral, nos sites do TSE. A Justiça Eleitoral não se comunica por e-mails, portanto, os eleitores que receberem qualquer mensagem eletrônica sobre cancelamento de título eleitoral devem ignorar a comunicação e apagá-la imediatamente.

Título cancelado. E agora?

Agora é aguardar. A Justiça Eleitoral tem datas específicas para o reinício das atualizações de cadastro e realiza campanhas anuais para a regularização. Quando a campanha iniciar, o eleitor com título cancelado deve comparecer a um cartório eleitoral, apresentar um documento de identificação, um comprovante de residência e preencher a formalização de RAE (Requerimento de Alistamento Eleitoral). Ele irá pagar multa no valor de R$ 3,51 por turno faltante. Cada turno é considerado uma eleição.

De todo modo, fica a dica: nunca deixe suas obrigações para o último dia.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos