Os cerca de 1 milhão de consumidores atendidos pela Energisa MS vão pagar em média 12,39% a mais pelo consumo da energia elétrica a partir da próxima segunda-feira . A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na manhã de hoje o índice de reajuste da tarifa, que vai ser de 12,48% para consumidores residenciais e 12,16% empresas.

O percentual concedido este ano é um ponto, setenta e quatro ponto percentual maior do que o concedido no ano passado, que foi de 10,65%.

Matéria continua após a publicidade

A Energisa MS solicitou um aumento de 15,75% apontando aumento nos custos dos encargos setoriais que representam 1,12% das despesas, compra de energia, responsável por 5,4% dos custos, bem como de pedir receita de 7,4%.

Porém os diretores da Aneel não consideraram este pleito e decidiram abater no cálculo da nova tarifa 2,61% ao levar em consideração a quitação antecipada da chamada Conta-ACR.

Este pagamento antecipado de um empréstimo que venceria no próximo ano fez a Agência na terca-feira passada reduzir a tarifa cobrada por cinco empresas, entre 1,45% e 2,6%.

Matéria continua após a publicidade

No processo da Energisa MS, que teve como relatora a diretora Elisa Bastos Silva, ficou definido que o reajuste médio será de 12,39%, fazendo com que a tarifa da Energisa MS salte de 39 lugar no ranking nacional para 13.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos