Esta edição contará com palestras, oficinas, visitas de alunos aos laboratórios da UFMS, além de uma feira onde serão comercializados produtos das experiências incentivadas pelo NEAP resultante dos processos de transição agroecológica. / Imagem: Divulgação

Entre os dias 04 a 08 de junho acontece a “14ª Semana Nacional dos Alimentos Orgânicos” em todo o país e, em Corumbá a programação segue o tema:  Agroecologia: Educação e Saúde do Campo à Mesa. O evento ocorrerá simultaneamente com a “Semana do Meio Ambiente na UFMS Campus do Pantanal”.

A semana é uma realização do Núcleo de Estudos de Agroecologia e Produção Orgânica do Pantanal – NEAP, sediado na UFMS, em parceria com a Embrapa Pantanal, Agraer, Prefeitura Municipal de Corumbá e Prefeitura Municipal de Ladário.

Matéria continua após a publicidade

Esta edição contará com palestras, oficinas, visitas de alunos aos laboratórios da UFMS, além de uma feira onde serão comercializados produtos das experiências incentivadas pelo NEAP resultante dos processos de transição agroecológica. As palestras ocorrerão no Anfiteatro Prof. Salomão Baruki (UFMS) e as atividades são gratuitas e abertas ao público externo.

Segundo o coordenador do NEAP, Edgar Aparecido da Costa, a semana tem como objetivo difundir e promover os sistemas orgânicos de produção e o alimento orgânico. “A realização da Semana Nacional dos Alimentos Orgânicos é uma das ações desenvolvidas pelo NEAP e seus parceiros no fomento à produção e consumo de alimentos orgânicos. O Núcleo incentiva processos de transição agroecológica, buscando estimular mudanças de comportamentos produtivos para atitudes mais sustentáveis de produção, tendo os princípios da agroecologia como pilares estratégicos, bem como a mentalidade dos consumidores em priorizar alimentos mais saudáveis”, explica o coordenador.

O pesquisador da Embrapa Pantanal Alberto Feiden aponta a necessidade de parcerias: “buscamos ampliar o leque de instituições comprometidas com a produção agroecológica. Outro ponto importante é transmitir informações sobre a importância destes alimentos não só para a saúde física como para o meio ambiente como um todo para as pessoas que já são consumidoras de produtos orgânicos e tentar sensibilizar aqueles que ainda não estão habituados a comprar um produto produzido em processo ecológico, sem uso de insumos industriais”.

Matéria continua após a publicidade

Para o subsecretário de Desenvolvimento  Econômico e Sustentável, Luciano Leite, a produção orgânica é uma alternativa viável de negócio, principalmente para o pequeno produtos. “Exige um cuidado mais intensivo, então se adequa bem a propriedades pequenas, sem contar que, por ser um produto com alto valor agregado, contribui com a diversificação de renda dos pequenos produtores”, destaca.

Programação

A programação contou com uma palestra de abertura, dia 04/06 às 09h, intitulada: O Impacto do Uso de Agrotóxicos no Meio Ambiente e na Saúde Humana, ministrada pela bióloga e Mestre em Estudos Fronteiriços Fátima Seher. No mesmo dia, a partir das 14h, o permacultor Cláudio Morse (UNIOM) falará sobre os Princípios da Permacultura.

Na terça, dia 05/06, a programação contará com a Feira de produtos em transição agroecológica da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares do Pantanal e da Fronteira, realizada pela manhã das 8h às 11h. A tarde, as 14h, a palestra “Transformações na Horticultura da Província Germán Bush: A Transição Agroecológica em Movimento”, será ministrada pelo Veterinário Juan Carlos Suarez, SEDACRUZ e em seguida será a vez do pesquisador da Embrapa Pantanal Alberto Feiden falar sobre “Agroecologia e Produção Orgânica”, com início marcado para as 15h.

Quarta Feira, dia 06/06, a partir das 14h o tema “Produção Orgânica e Alimentação Saudável” será apresentado pela nutricionista Maryane Vasconcellos e na sequência, as 15h, o engenheiro Agrônomo da Agraer Bodoquena/MS Airton Garcez ministrará uma palestra sobre as “Tecnologias para Produção Orgânica/Agroecológica”. Airton será o responsável também pela “Oficina Manejo de Quintais Agroecológicos/Podas” que serão oferecidas na quinta e sexta feira, das 8h às 11h, no assentamento São Gabriel, Lote 271, na zona rural de Corumbá.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos