O deputado estadual Evander Vendramini (PP) se reuniu com o secretário Jaime Verruck, titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) na tarde desta terça-feira, 5. O encontro teve como principal pauta a implementação da Cota Zero para a modalidade de pesca amadora nos rios sul-mato-grossenses.

Esse modelo de proibição de pesca já é aplicado em alguns estados brasileiros, como Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás e Tocantins, e também em países como Chile, Argentina e Estados Unidos. Em Mato Grosso do Sul, a intenção é ampliar políticas públicas de conservação dos ecossistemas e biomas do Pantanal, Mata Atlântica e Cerrado.

Matéria continua após a publicidade

O Governo espera, com isso, frear a diminuição do estoque pesqueiro e implantar um modelo de produção mais sustentável. Ainda em elaboração, o projeto de lei irá proibir o transporte de pescado de um município para outro, permitindo a pesca e consumo no local. Dados da Semagro apontam que houve redução de 75% da piscosidade dos rios sul-mato-grossenses pertencentes à bacia do Alto Paraguai em um período de 20 anos.

Para Evander, a implementação da Cota Zero por parte do Governo do Estado é uma ação inevitável. No entanto, será necessário ouvir toda a cadeia envolvida no processo, como pescadores, empresários do ramo turístico e ambientalistas e conservacionistas.

De acordo com o parlamentar, essa preocupação foi levantada durante a reunião.

Matéria continua após a publicidade

Evander informou que os deputados pretendem rever esse esse ajuste, analisando a quantidade que o turista poderá levar nesse período de transição.

Evander Vendramini sugeriu no encontro que se façam estudos por zoneamento das bacias e época para a pesca e da piracema por parte dos órgãos competentes:

O parlamentar avaliou como positiva a reunião na Semagro:

O presidente do Instituto do Meio Ambiente (Imasul), Ricardo Senna, deputados e diversos representantes da cadeia da pesca e turismo também participaram do encontro.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos