Atendendo a diversas solicitações de corumbaenses e ladarienses, o deputado estadual Evander Vendramini (PP) encaminhou requerimento à Secretaria de Estado de Saúde e ao Governo do Estado para a retomada dos serviços do Hemocentro Romeu Albaneze, em Corumbá. O documento foi lido na sessão ordinária desta terça-feira, 30, da Assembleia Legislativa.

Há quase uma década, Corumbá tinha um hemocentro dos mesmos moldes de Dourados e Três Lagoas. No entanto, foi transformando em um hemonúcleo e, depois, em Unidade de Armazenamento e Distribuição de Sangue, o que impossibilita a coleta de sangue de doadores, fazendo com que todo o estoque seja de fora, vindo de Campo Grande. Na época, o Governo alegou que não havia número suficiente de doações para garantir a permanência do hemocentro.

Matéria continua após a publicidade

“Esse requerimento tem caráter de urgência, porque não pode um município fronteiriço do tamanho de Corumbá, que possui uma grande demanda por atendimentos na área da saúde, ficar dependente da doação de material vindo de outras cidades, pois isso inviabiliza a realização de cirurgias eletivas”, ressaltou o parlamentar.

Matéria continua após a publicidade

Conforme Evander, o número de possíveis doadores em Corumbá e Ladário é bastante alto. Os municípios possuem, além dos doadores voluntários, doadores compulsórios que são os militares do Exército, Marinha, Bombeiros, Polícia Militar e Guarda Municipal. “A quantidade de pessoas que podem ser doadores vem crescendo cada dia mais. A reativação do Hemocentro vai proporcionar mais rapidez e eficácia aos atendimentos médicos da nossa região”, apontou o deputado.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos