Edson Moraes, do Patriota, foi eleito prefeito de Miranda neste domingo (6), em eleição suplementar. O resultado foi confirmado às 18h (horário local), com 99,32% das seções totalizadas. O mandato vai até 31 de dezembro de 2020.

Com a apuração completa, o candidato do Patriota teve 7.844 votos, o que corresponde a 63,01%. Valter Ferreira, o Nego (DEM), teve 3.891 votos, o que corresponde a 31,26%. Já Jorginho Cordella (Solidariedade), teve 461 votos, o que corresponde a 3,70% e Zé Lopes (PV), 252 votos, o equivalente a 2,02%.

Matéria continua após a publicidade

Ao todo, 12.953 eleitores, 69,36%, compareceram as urnas e 5.721 (30,64%) se ausentaram. A eleição suplementar registrou ainda 1,30% de votos brancos (168) e 2,60% (337) de votos nulos.

Biografia

Natural de Miranda, o prefeito eleito tem 58 anos. Foi eleito vereador pelo município em 2012 e reeleito em 2016, sendo eleito presidente da Câmara Municipal. Desde agosto deste ano, com a cassação da prefeita e do vice eleitos em 2016, ocupava interinamente o cargo de prefeito da cidade.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos