Estado e Município monitoraram a região atingida pelas cheias. / Imagem: Divulgação

O Governo do Estado estará prestando atendimento aos ribeirinhos da região do baixo Pantanal, ao Sul de Corumbá, com a distribuição de cestas básicas e kits infantil e adulto, de limpeza e higiene pessoal. A ação está sendo feita em conjunto com a prefeitura local, que realiza a expedição Povo das Águas até o dia 25 de agosto, entre Corumbá e o Forte Coimbra.

O material enviado ao Estado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil será distribuído também às comunidades das regiões da Serra do Amolar, no alto Pantanal, e do Taquari, totalizando mais de 600 famílias. São 18 toneladas de alimentos recebidas pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MS) e encaminhadas ao Município.

Matéria continua após a publicidade

Nesta etapa da ação, serão atendidas 220 famílias atingidas pela cheia no Pantanal que habitam a beira do Rio Paraguai nas localidades de Formigueiro, Porto da Manga, Porto Morrinho, Porto Esperança e Forte Coimbra. A enchente hoje se concentra na região do distrito de Porto Esperança, situado logo abaixo da ponte sobre o Rio Paraguai na BR-262.

Emergência

O apoio da União a esta iniciativa do Cedec/MS de socorro aos pantaneiros, tem o respaldo do decreto municipal de situação de emergência, acatado pelo Estado e reconhecido pelo governo federal em junho. No mês de maio, no pico da cheia, Estado e Município monitoraram a região atingida e cadastrou as famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica.

Matéria continua após a publicidade

“O atendimento aos ribeirinhos é uma gestão do Estado, que viabilizou os alimentos e os kits junto à Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, reforçando as ações da prefeitura, por meio do Povo das Águas”, destacou o coordenador da Cedec/MS, tenente-coronel Fábio dos Santos Catarineli.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos