Uma mulher de 24 anos foi agredida pelo ex companheiro, de 27, depois de tentar buscar seu filho na casa do homem, na noite desta segunda-feira (21) em Corumbá. O suspeito ainda teria usado uma vara de pescar para acertar a vítima.

Conforme a ocorrência, a mulher teria ido até a casa do ex, pai da criança, para buscar o filho e o carro, que também estava com o homem. Ele se negou a fazer as devoluções começou a agredi-la. Em depoimento, ela contou que o homem, além de não sair de casa no momento em que ela chegou, ainda tentou acertá-la pela janela com uma vara de pescar.

Matéria continua após a publicidade

A vítima contou ainda que depois de muita conversa, conseguiu fazer com que o homem deixasse ela pegar a criança no colo. Porém, o ex companheiro voltou a agredir a mulher com empurrões e ofensas verbais. Ainda de acordo com o depoimento da vítima, ela tentou fugir da vila com a criança, mas foi interrompida pelo suspeito.

Segundo a ocorrência, o ex casal conversou e o homem concordou em deixar a vítima com o filho e devolver o carro, contanto que os acompanhasse no trajeto até a casa dela. Durante o trecho, o suspeito voltou a agredir a mulher com empurrões e ainda disse que iria matá-la. Neste momento, um primo da vítima passava pelo local, viu a cena e chamou os pais dela.

Quando os pais da vítima chegaram no local, o suspeito fugiu com a chave do veículo para a casa dele. Ainda conforme a ocorrência, a polícia foi chamada e viu o homem trancado na residência, ameaçando e xingando o pai da ex companheira. A PM fez a abordagem do suspeito, que abriu o portão da casa e foi levado até a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Dourados.

Matéria continua após a publicidade

A vítima não apresentou lesões graves e pediu medida protetiva contra o homem, que foi expedida pela polícia. O caso foi registrado como vias de fato com violência doméstica.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos