O desembargador João Maria Los, relator do processo, decidiu que somente após o trânsito em julgado será dado à cassação do diploma do vereador Irailton.

 Assim, sob este argumento, vislumbramos presentes o fumus boni júris, consubstanciado na plausibilidade do direito invocado, e o periculum in mora, defiro a liminar pleiteada para atribuir efeito suspensivo ao recurso especial interposto. A decisão propalada  na data de ontem, 28/11. 

Matéria continua após a publicidade

O veredor "Baianinho", como é conhecido, recorreu da decisão, onde a maioria do Tribunal Regional Eleitoral de Corumbá, decidiu manter pela cassação de seu mandato. Baianinho recorreu da decisão, conseguindo o efeito suspensivo. Somente com o transito em julgado e decorido todos os recursos, o vereador será afastado de seu cargo.

Seguindo exercendo seu mandato, de acordo com 'Baianinho', segue confiante e que a justiça irá prevalecer.

Entenda

Matéria continua após a publicidade

Segundo a publicação do TRE/MS na terça-feira (20), por maioria, o Tribunal rejeitou a questão de ordem e manteve a relatoria dos embargos. E por unanimidade, deu provimento aos embargos para determinar o imediato cumprimento da decisão que confirmou a cassação de diploma do vereador.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos