Um acadêmico de direito, aliado ao PCC (Primeiro Comando da Capital), foi quem arquitetou o roubo a uma caminhonete Ford Ranger, nesta quinta-feira (4) em Campo Grande. Ele e outros dois rapazes foram presos quando abasteciam o veículo, em um posto da avenida Gunter Hans, saída para Sidrolândia.

De acordo com as informações da Polícia Militar, por volta das 11h, o trio abordou o proprietário da caminhonete, no bairro Santa Fé, em frente a uma loja. Os familiares e funcionários que estavam na loja flagraram toda a ação do trio.

Matéria continua após a publicidade

Dois entraram na caminhonete, enquanto outro seguia em um veículo Siena branco, de propriedade do estudante de direito. De lá, os bandidos seguiram até a casa do acadêmico, no bairro Taquarussu, onde ficou o Siena. Neste momento, os três entraram no veículo e seguiram pela Gunter Hans, com a vítima no banco de trás e uma arma apontada na cabeça. Eles pararam em um posto de combustível para abastecer a caminhonete e a viatura da Polícia Militar viu o carro, quando realizou abordagem.

Presos, eles foram encaminhados para a Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos). De acordo com a polícia, a caminhonete foi encomendada por um preso da Máxima e seria levada até o Paraguai. O trio, que já vigiava a rotina da vítima há alguns dias, receberia R$ 2 mil pelo transporte do veículo.

Matéria continua após a publicidade

Ainda, de acordo com as informações da Polícia Militar, outro batedor aguardava o grupo na entrada da cidade de Sidrolândia.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos