Mulher de 31 anos procurou a Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana para denunciar agressões que ela sofreu por parte do marido, nesta segunda-feira (27). O homem desferiu vários socos contra a cabeça da vítima, ferindo-a, porque ela se recusou a fazer sexo com ele.

O homem chegou à residência por volta das 21h40, embriagado, e disse para a vítima que queria transar com ela. O agressor alegou que iria tomar banho e mandou que a mulher o esperasse na sala. No entanto, sabendo do comportamento violento dele, ela pegou o filho e fugiu para a casa do vizinho, para pedir ajuda.

Matéria continua após a publicidade

No entanto, o autor foi atrás e começou a agredi-la com socos na cabeça, olho, braços e costas, lesionando todo o corpo dela. Em seguida, ele saiu e disse que caso ela chamasse a polícia e ele fosse preso, mataria ela quando saísse da cadeia. Temendo por sua vida e pela segurança do filho, a mulher decidiu denunciá-lo.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos