Foi identificado como Julio Cesar Cerveira Filho o homem morto com um tiro no pescoço na tarde desta segunda-feira (8) dentro de uma das salas de cinema do Shopping Avenida Center, em Dourados.

O autor do tiro fatal foi um policial militar identificado como Dijavan Batista dos Santos, lotado na PMA (Polícia Militar Ambiental) e residente no bairro Izidro Pedroso. Ele foi preso em flagrante e está sendo levado para a 2ª Delegacia de Polícia Civil para ser autuado por homicídio.

Matéria continua após a publicidade

A sala, onde era exibido o filme Homem Aranha - Longe de Casa, estava lotada, principalmente por adolescentes, de férias na escola. Houve muita correria e gritos. O local está isolado pela polícia.

Uma testemunha relatou que o policial estava com dois filhos adolescentes e Julio Cerveira com a filha, de 16 anos. Julio e um dos filhos do policial teriam discutido por causa do assento. O PM interferiu e durante a discussão sacou arma e disparou o tiro que acertou Julio no pescoço. O homem caiu e morreu entre as poltronas da sala.

Julio Cesar Cerveira era de família tradicional em Dourados. A família Cerveira, descendente do ex-prefeito José Cerveira, é proprietária de uma fazenda no município de Rio Brilhante.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos