Uma semana após a prisão do diretor-proprietário da Vetorial, Gustavo Trindade Correa, em comunicado, a empresa vem dar informações sobre o caso.

A notícia foi divulgada pelo jornal Paraguaio ABC Color, onde afirma que o principal acionista da Vetorial havia sido preso em Milão, na Itália, no dia 21 de janeiro. “Surpreendentemente a polícia acabou de relatar o incidente ontem”, veiculou o periódico.

Matéria continua após a publicidade

De acordo com o promotor paraguaio, Christian Roig, o brasileiro Gustavo Trindade e o argentino Oscar Ribone, teriam praticado crime de estelionato, golpe e ou fraude contra o sistema financeiro “ligados a obras de aço e provisão de insumos”.

Conforme o site Rio Pardo News, que obteve informações de que, após 33 dias preso na Itália, Gustavo teria conseguido o direito a prisão domiciliar e que a defesa já trabalha no sentido de conseguir a extradição, para que o empresário responda a acusação no Brasil.

O comunicado desqualifica as acusações da Justiça do Paraguai e contrapõe todos os fatos narrados pela publicação do jornal paraguaio.

Matéria continua após a publicidade

No comunicado, a Vetorial informa também que “a imprensa paraguaia, por sua vez, manipulada e influenciada por grupos de poder locais e seus interesses, inverte toda a realidade”.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos