Na última segunda-feira (17), a Associação Beneficente de Corumbá recebeu a doação de duzentos lençóis da empresária Maria Lúcia Calábria Rocha (Dona Morocha).

A entrega dos lençóis foi acompanhada pelo Secretário de Saúde de Corumbá, Rogério Leite, representantes da Junta Interventora da ABC, Eduardo Iunes e Dr. José Luiz de Aquino Amorim, Diretor Administrativo da ABC, Adriano Pires e pela chefe do setor de hotelaria e lavanderia, Selma Teles.

Matéria continua após a publicidade

As peças foram confeccionadas com material resistente, personalizado e adequado para que tenha maior vida útil diante da aplicação dos produtos químicos de higienização e esterilização, utilizados pela lavanderia da Santa Casa.

Sobre o ato de solidariedade, a empresária fez questão de destacar que “o hospital é muito importante para a região” pantaneira e é natural que precisemos dele em algum momento das nossas vidas. “É a nossa obrigação, como sociedade, cuidar dele. Pretendo ajudar mais, mas para isso, preciso de mais gente comigo, porque à final de contas, o hospital é de todos nós”.

“É elogiável à participação da sociedade, em especial da Dona Morocha. Neste ano a nossa querida Santa Casa completa 115 anos de existência, ela nasceu da filosofia de beneficência e a população precisa compreender que a sua participação é muito importante”, afirmou Rogério Leite.

Matéria continua após a publicidade

“O retorno dela (Maria Lúcia) vem de encontro com projetos que almejamos para a Associação. É um ser humano incrível e possui grande credibilidade. Vê-la aqui nos faz lembrar outras ações que já promoveu pela nossa Santa Casa de Corumbá. Esperamos poder tê-la em definitivo, e torço para que com ela, venham mais pessoas com este desejo solidário de colaborar com a reestruturação da nossa casa de saúde”, comemorou José Luiz.

“Ela sempre esteve envolvida nas ações que favorecem a melhor comodidade dos pacientes. Já nos prestigiou outras vezes com kits de cama e banho. A doação veio em boa hora e a nossa hotelaria tem muito carinho e admiração pela Dona Morocha”, afirmou Selma Teles.

“O que mais queremos é a transparência. As doações não precisam ser em dinheiro. Tudo aqui é bem vindo: materiais; insumos e até mesmo mão de obra. A economia resultante das doações ajuda a potencializar setores com maior demanda, e possibilita que sejam feitos aos reparos na estrutura do prédio, que possui valor histórico, mas exige atenção constante para que estejamos em conformidade com as exigências da ANVISA”, garantiu Adriano Pires, que aproveitou da oportunidade para também exaltar a inteligência da doadora: “ela pensou em tudo, os lençóis possuem material específico para o uso hospitalar e já vem com a estampa da ABC”.

Eduardo Iunes disse que: “A Associação Beneficente de Corumbá passa por muitas dificuldades financeiras, oriundas de diversas situações, das quais podemos destacar: a desatualização da tabela SUS (Sistema Único de Saúde), com o consequente repasse financeiro do Governo Federal incompatível com os custos hospitalares, e, além disso, atendemos não só a população da cidade de Corumbá, mas também de Ladário e das duas cidades fronteiriças do país vizinho. A Junta Administrativa Interventora do Hospital não mede esforços para contribuir com os médicos, enfermeiros e demais funcionários para melhorar o atendimento dos pacientes. Toda ajuda da sociedade e entidades é bem vinda, ficamos muito gratos a todos que contribuem, uma vez que, esses gestos se transformam em carinho e atenção que amenizam o sofrimento daqueles que necessitam do atendimento hospitalar. Dona Morocha está de parabéns pela atitude nobre, esperamos que outras pessoas entendam a importância desse tipo de ação solidária e colaborem de alguma forma com o nosso hospital”.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos