Empresário preso por estupro de vulnerável fez pelo menos quatro vítimas em Aquidauana, segundo investigações da delegada Nelly Macedo, da Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM). De acordo com ela, o autor tinha preferência por crianças e, em alguns casos, abusou das vítimas quanto elas tinham só 5 anos.

As investigações são mantidas em sigilo, mas segundo a delegada, devido à gravidade dos crimes, e o número de casos relatados, era preciso que o agressor fosse impedido de alguma forma. “A gente precisava tirar ele de circulação, para impedir que novas crianças fossem feitas como vítima”, explicou Nelly.

Matéria continua após a publicidade

“Solicitamos aos pais que percebam mudanças nos comportamentos de seus filhos, pois em qualquer sinal de abuso, a criança fica mais agressiva, ou mais retraída. Tenham liberdade para falar abertamente com eles e deem credibilidade ao que eles falam e se for preciso, procure a DAM”, pontuou.

O investigado foi preso na manhã de ontem (09), durante operação realizada pela Polícia Civil, por meio da DAM. O caráter da prisão é preventivo, ou seja, ficará recolhido até julgamento. Conforme apurado pela reportagem, o empresário havia sido preso recentemente em uma operação do Gaeco.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos