Um estudante de medicina, de 29 anos, foi flagrado na manhã desta quinta-feira (14), em Corumbá, a 415 quilômetros de Campo Grande, com celulares avaliados em R$ 30 mil, relógios e óculos sem documentação fiscal de importação.

Matéria continua após a publicidade

O flagrante foi no posto da Receita Federal que fica na fronteira com a Bolívia. O brasileiro, que estuda na Bolívia, entrava no Brasil em um táxi boliviano quando foi flagrado com os 16 telefones e os diversos relógios de pulso.

O estudante disse à Receita Federal que estava sem dinheiro para se manter e por isso decidiu fazer o transporte das mercadorias.

Matéria continua após a publicidade

O caso foi encaminhado para o Ministério Público Federal e o universitário está em liberdade. As mercadorias deverão ser encaminhadas para leilão.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos