Nadia Sol, 30 anos. / Imagem: Arquivo/facebook

​A família de Nádia Sol Neves Rondon (38), professora de Língua Portuguesa e Inglês da Escola Municipal Pedro Paulo de Medeiros, que foi brutalmente assassinada pelo ex-companheiro neste domingo (10), está arrecadando dinheiro para arcar com os custos do enterro.

Nádia foi esfaqueada pelo menos 20 vezes por seu ex-companheiro Edevaldo Costa, quem já se apresentou à Delegacia de Polícia Civil de Corumbá.

Matéria continua após a publicidade

Segundo postagem na rede social Facebook, a família não está em condições de arcar com o enterro e portanto, está fazendo uma cota para ajudar nos custos. Caso alguém desejar solidarizar com alguma qualquer quantia, pode deixar na casa da Diretora Tânia localizada na Rua Firmo de Matos, 1440, entre as ruas Joaquim Murtinho e Cabral (ao lado do salão da Márcia Cabeleireira).

Atualizado: Em rede social, amigos informam que as arrecadações para ajudar o velório da professora foram suspesas. Já está tudo pago. Se alguém estiver arrecadando, não é com a anuência da família e nem dos professores da escola em que ela trabalhava.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos