Feto do sexo masculino, de aproximadamente cinco ou seis meses. / Imagem: Douradosnews

Dourados - Uma mulher de 43 anos, abortou em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e fugiu do local, no final da tarde de ontem (24). 

Segundo o site Dourados News, ela deu entrada na unidade reclamando de fortes dores abdominais, que poderia ser uma crise renal. Ela foi atendida na ala verde da unidade de saúde.

Matéria continua após a publicidade

Medicada, a mulher ficou em observação. Em determinado momento, ela  pediu para ir ao banheiro e em seguida começou a gritar reclamando de dores, mas quando as atendentes ofereceram ajuda, ela recusou afirmando que estava tudo bem.

Após sair do banheiro, a mulher pediu para ver o marido, que estava esperando na recepção, o que foi autorizado, mas ela aproveitou a oportunidade e fugiu.

Pouco mais tarde, uma faxineira foi fazer a limpeza do banheiro utilizado pela paciente, quando encontrou no cesto de lixo um feto do sexo masculino, de aproximadamente cinco ou seis meses.

Matéria continua após a publicidade

A direção a UPA acionou uma equipe da Guarda Municipal e a Polícia Civil, que compareceu na unidade de saúde, através da equipe de perícia, que fez os levantamentos de praxe e vai investigar se o aborto foi provocado ou espontâneo.

A equipe da Guarda Municipal se deslocou até o endereço fornecido pela mulher, mas no local funciona um comércio, evidenciando que a paciente mentiu ao ser atendida.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos