Ladeira Cunha e Cruz - Corumbá/MS / Imagem: Correio da Manhã

O tempo deve mudar ligeiramente durante o fim de semana em Mato Grosso do Sul, com a aproximação de uma frente fria. Temperaturas devem sofrer queda, mas não há previsão de frio intenso, e umidade deve aumentar em algumas áreas do Estado.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), nesta sexta-feira (30) uma forte massa de ar seco determina um dia quente, com termômetros marcando até 39°C, e névoa seca. A secura do ar provoca queda na umidade, que pode ficar abaixo de 20%.

Matéria continua após a publicidade

Já no sábado (31), a umidade aumenta e, aliada ao calor, favorece a formação de nuvens que provocam pancadas de chuva isoladas e raios e rajadas de ventos de até 60 km/h no oeste, sudoeste, centro e sul do Estado, com ligeira queda nas temperaturas. A mínima prevista é de 14°C.

Em Campo Grande, há previsão de pancadas de chuva apenas para o domingo (1º), quando a influência de um sistema de baixa pressão e a massa de ar polar que acompanha este sistema ajudam a espalhar nuvens carregadas. Também há previsão de pancadas de chuva para as regiões sul e sudoeste.

Em Corumba nesta sexta-feira (30), sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto. Máxima 37º e mínima 25º.

Matéria continua após a publicidade

CHUVA ÁCIDA

Por conta da longa estiagem em vários municípios do Estado, especialistas recomendam cuidado com a primeira chuva após a seca, que podem trazer problemas para a saúde.

Conforme meteorologistas, o período de estiagem provoca grande acúmulo de gases poluentes na atmosfera, principalmente por conta de incêndios florestais que ocorrem no período de seca, aliados a queima de combustíveis dos veículos e lançamento de substâncias de indústrias.

Quando estes gases se combinam com o vapor, são formadas nuvens que originam chuvas de água com nível elevado de acidez que, em contato com a pele, pode causar irritação, principalmente em crianças, que tem sensibilidade maior.

A orientação é que a população evite tomar banho de chuva, pelo menos durante as primeiras chuvas.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos