Em conversa com a imprensa, o Procurador de Justiça Paulo Cezar dos Passos afirmou que o "Mensalinho" apurado pela investigação da Promotoria do Patrimônio Público de Corumbá rendia até R$ 3.500 reais, pagos aos parlamentares em troca de apoio político para que as ações do executivo não fossem fiscalizadas pela Câmara Municipal.

Matéria continua após a publicidade

Conforme Passos: "A procuradoria realizou a apuração dos fatos uma vez que compete a este órgão a investigação sobre prefeitos e vereadores, solicitamos medidas cautelares ao Tribunal de Justiça que foram concedidas, em razão disso ajuizamos uma denúncia em desfavor do prefeito municipal de Ladário e aos demais agentes políticos, entre elas, a prisão preventiva dos envolvidos que foi deferida pelo desembargador Emerson Cafuri, e foram cumpridas essas medidas pelo Gaeco na manhã de hoje (26)”

Políticos presos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil, onde estão sendo feitos os registros das prisões e outros procedimentos. / Imagem: Fabio Marchi

Presos:

Matéria continua após a publicidade

A operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) que investiga esquema conhecido como "mensalinho" prendeu hoje (26) pela manhã o Prefeito Carlos Anibal Ruso Pedroso, o Secretário municipal de educação Helder Naulle Paes dos Santos, os Vereadores Osvalmir Nunes da Silva (PSDB), Lilia Maria Villalva de Moraes Silva (MDB). Augusto de Campos (MDB), Agnaldo dos Santos Silva Junior (PTB), Paulo Rogério Feliciano Barbosa (PMN), André Franco Caffaro (PPS) e Vagner Gonçalves (PPS).

Com a prisão, o vice-prefeito da cidade, Iranil Soares (PSDB) será nomeado prefeito ás 19h00 desta segunda-feira (26) conforme Câmara de Vereadores de Ladário. Os suplentes dos vereadores presos também devem assumir os cargos nesta segunda. O novo secretário de educação ainda não foi definido. 

Fica assim a substituição:

Sai Augusto de Campos (MDB)  - Entra Xumi.
Sai Lilia Maria Villalva de Moraes Silva (MDB) - Entra Zica.
Sai Paulo Rogério  Feliciano Barbosa (PMN) - Entra Delari.
Sai Osvalmir Nunes da Silva (Baguá) - Entra Conde.
Sai André Franco Caffaro - Entra Gesiel.
Sai Vagner Gonçalves (PPS). - Entra Papai Noel. 
Sai Agnaldo dos Santos Silva Junior (PTB) (Magrela) - Entra Rubens Gimenes.

Confira o vídeo com a entrevista com o Procurador de Justiça Paulo Cezar dos Passos (GAECO): 

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos