A gripe já matou pelo menos 30 pessoas em Mato Grosso do Sul neste ano e o número pode ser acrescido, após uma bebê de cinco meses vir a óbito nesta quinta-feira (4) em Três Lagoas, distante a 338 quilômetros de Campo Grande, depois de ficar internado no Hospital Auxiliadora com a suspeita de influenza A.

A informação foi repassada diretamente pela prefeitura de Três Lagoas, através da SMS (Secretaria Municipal de Saúde) que passou a investigar as causas da morte do bebê e de início, foi levantada a suspeita do vírus.

Matéria continua após a publicidade

De acordo com a secretaria, o material já foi coletado e será enviado para o LACEN-MS (Laboratório Central de Saúde Pública) para análise e, posteriormente, verificar se a suspeita se confirma ou a vítima veio a óbito por outros motivos.

A cidade de Três Lagoas é a segunda com o maior número de mortes registradas por gripe neste ano, tendo 6 vítimas. Quem lidera as estatísticas é Campo Grande com 10 óbitos registrados.

Número ‘quase’ igual

Nesta quinta, também foi divulgado o boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde) e mostrou quatro novos casos de óbito em uma semana e o número já corresponde a 90% das mortes do ano passado inteiro, quando foram registradas 33 mortes.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos