Um homem sofreu grave acidente de carro quando voltava para casa e foi dado como morto. Ele passou 23 horas no Instituto Médico Legal (IML), mas acordou durante a necropsia, surpreendendo a todos. O homem teve traumatismo craniano, 35 fraturas e órgãos perfurados pela costela, mas sobreviveu.

Matéria continua após a publicidade

O caso aconteceu há 20 anos, no dia 15 de abril de 1999. José Augusto dos Santos queria voltar para casa, em Belo Horizonte. Ele estava em São Paulo e perdeu voo para a capital mineira. Decidiu, então, pegar uma carona com dois homens. O carro no qual os três estavam bateu de frente com uma carreta. José Augusto foi dado como morto ainda no local.

Depois de passar 23 horas no IML, ele reagiu e deu sinais vitais. “Na hora de me necropsiar, que o legista foi me necropsiar, eu ouvi um trovão muito forte, ouvi uma voz dizendo assim ‘fala, fala’. Eu falei o telefone da minha casa aqui em Belo Horizonte”, relembrou José Augusto dos Santos, ao portal G1.

Depois de sair do IML, o homem ficou internado em Três Corações. Depois, foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, onde passou mais de seis meses em coma. Restaram sequelas no braço e na perna, mas José Augusto conseguiu voltar a andar e a falar.

Matéria continua após a publicidade

Toda essa experiência fez com que ele mudasse a forma de ver a vida. Atualmente, José Augusto é pastor. “O que eu digo para as pessoas é: não perca a fé, tenha esperança”, disse o sobrevivente. Ele saiu do coma com o propósito de aproveitar mais a vida.

José guarda jornal com notícia da própria “morte”. Foto: Reprodução/TV Globo

Bom Sucesso

A história lembra a da personagem Paloma, interpretada pela atriz Grazi Massafera na nova novela Bom Sucesso, da TV Globo. A trama, que estreou na TV Globo nesta segunda-feira (29), conta a história de Paloma, que recebe um diagnóstico médico trocado. Ela pensa que terá apenas mais seis meses de vida e, então, decide viver intensamente o pouco tempo que resta. O desespero vira alívio quando ela descobre, tempos depois, que o exame foi trocado. Ela se aproxima do verdadeiro dono do diagnóstico de doença terminal, Alberto (Antonio Fagundes), com quem cultiva uma amizade.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos