Wesley Sotto dos Santos condenado a 65 anos de prisão.

Wesley Sotto dos Santos foi condenado a 65 anos, 7 meses e 7 dias de prisão e mais 10 dias de multa, nesta quarta-feira (25), pelo Tribunal do Júri de Três Lagoas, por ter matado a tiros a ex-sogra, Marlene Rodrigues Alves, de 51 anos, e ainda baleado a sua ex-companheira e seu próprio filho, que na época do crime, em abril de 2017, tinha apenas dois anos.

O crime ocorreu no apartamento das vítimas, no residencial Orestinho, em Três Lagoas. Conforme a denúncia, o suspeito tentou arrombar a porta, mas como não conseguiu foi até a janela do quarto, que estava aberta e atirou nos três. Ele fugiu logo após o crime. As vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas Marlene não resistiu e morreu. Sua filha e neto foram encaminhadas para o hospital.

Matéria continua após a publicidade

O suspeito foi preso em maio de 2017 em Naviraí. Ele foi condenado nesta quarta por homicídio duplamente qualificado, dupla tentativa de homicídio qualificado e ainda porte ilegal de arma de fogo.

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos