A guarnição da Força Tática foi acionada para averiguar uma denúncia de furto. Chegando ao local, na Escola Estadual Julia Gonçalves Passarinho (JGP), a guarnição entrou em contato com os comunicantes os quais informaram que na presente data, por volta das 6h30m,

Um indivíduo adentrou na escola e subtraiu um micro-ondas, uma estufa de salgados, R$ 150 reais, cerca de 100m de fio elétrico de alta tensão (avaliado em cerca de R$ 10.000), além de balas e doces da cantina.

Matéria continua após a publicidade

Durante a ação delitiva o caseiro relatou que reconheceu o autor como sendo um funcionário que estava contratado para trabalhar em uma obra dentro da escola. Então, ao reconhecê-lo, o caseiro indagou o autor o que ele estava fazendo, o qual respondeu que estava ali para trabalhar, porém logo depois sumiu.

O caseiro identificou que o portão de acesso à escola estava arrombado, que na semana anterior o autor recebeu confiança por trabalhar no local e pelo fato do mesmo trabalhar ali conhecia todos os acessos e falhas do local.

O comunicante relatou saber a casa onde o autor reside, então a guarnição deslocou até o local indicado e, por uma fresta da porta, puderam ver que estava queimando um fio elétrico de grossa bitola, o qual foi confirmado visualmente pelo comunicante. Apenas o fio elétrico foi localizado, os outros materiais não..

Matéria continua após a publicidade

Do local foi possível identificar o autor, então foi chamado para atender a guarnição, todavia ao perceber que se tratava da polícia o mesmo tentou empreender fuga, então, diante do estado flagrância, a guarnição adentrou na residência, prenderam o autor garantindo seus direitos constitucionais, e o mesmo foi encaminhado para a delegacia de polícia Civil de Corumbá e apresentado, sem lesões, para a Delegacia de Policia Civil para tomar as medidas previstas em lei.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos