Um homem, de 38 anos, foi preso em Aquidauana, região do Pantanal, por simular o próprio sequestro para tentar se aproximar da ex-mulher, que possui medidas protetivas contra ele por violência doméstica.

De acordo com a polícia, nesta quarta-feira (14), uma pessoa que se identificou como integrante de uma facção criminosa ligou para a mulher e para a filha do casal e disse que estava com o pai da criança, e que a família teria 15 minutos para se despedir, porque daria um tiro na cabeça dele.

Matéria continua após a publicidade

A mulher avisou a polícia que começou a investigar o caso do possível sequestro. O Setor de Investigações Gerais (SIG) e policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) encontraram o ex-marido em uma casa bebendo em companhia de mais três homens.

A polícia, então, constatou que se tratava de uma falsa comunicação de sequestro e prendeu os quatro em flagrante. Eles foram autuados por ameaça e descumprimento de decisão judicial.

De acordo com a polícia, ao serem interrogados, os envolvidos confessaram o crime.

Matéria continua após a publicidade

“Disseram que era um brincadeira, para atazanar a mulher quer teria feito a cabeça do filhos para se afastarem dele”, disse o delegado responsável pelo caso, Wilkson Vasco.

A mulher possui medidas protetivas, deferidas no início do ano pela Justiça, que impedem o homem de fazer contato ou se aproximar dela. A vítima disse que viveu 17 anos com o ex e que ele a agredia constantemente.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos