A regulamentação da Lei Municipal n° 2.346/2013, conhecida como Lei da Área Azul, foi debatida na sessão de ontem, segunda-feira, 12, como forma de ordenar o estacionamento na área central da cidade.

O assunto foi levantado pelo vereador Manoel Rodrigues que apresentou um requerimento solicitando informações sobre a Lei que foi sancionada pelo Poder Legislativo corumbaense, mas que ainda não foi regulamentada pelo Poder Executivo.

Matéria continua após a publicidade

Manoel explicou que é preciso colocar em prática a Lei da Área Azul, tendo em vista que “o sistema rotativo de estacionamento visa justamente amenizar a falta de vagas nas ruas do centro, oportunizando a mais pessoas o uso das vagas existentes, possibilitando que clientes possam estacionar com mais tranquilidade para efetuar suas compras”.

Na oportunidade, outros vereadores destacaram o assunto. Bira e Tadeu Vieira, por exemplo, questionaram o fato de algumas lojas no centro, colocar cones em frente aos estabelecimentos comerciais nas primeiras horas da manhã, para assegurar vagas.

Manoel reforçou que a forma de ordenar o sistema, é a implantação do estacionamento rotativo, e que foi por isso que solicitou informações ao prefeito Marcelo Iunes; ao diretor da Agência Municipal de Trânsito e Transporte Agetrat) Alexandre do Carmo Taques Vasconcelos, bem como ao secretário de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Luciano Aguilar Rodrigues Leite, em relação ao assunto.

Matéria continua após a publicidade

Passarela

Por outro lado, o vereador pediu ao titular da pasta de Infraestrutura, a implantação de uma passarela na Rua 15 de Novembro, entre às ruas Joaquim Venceslau de Barros e Gonçalves Dias, no centro, sobre a linha férrea, para atender os moradores da região, permitindo uma ligação mais segura do centro com o Bairro Popular Velha.

Além disso, solicitou à mesma pasta, estudos técnicos para instalação de corrimão e guarda-corpo na escadaria que dá acesso ao mirante do Cristo Rei do Pantanal, no Morro do Cruzeiro, um dos pontos turísticos da cidade que recebe grande número de pessoas, mas que precisa dotar o local de maior segurança para as pessoas.

Ele lembra que a escadaria vem sendo utilizada atualmente, por adeptos de esportes radicais, e que a instalação de corrimão e guarda-corpo, além de proporcionar segurança, possibilitará um melhor acesso para todos.

Também para melhorar a infraestrutura do local, o vereado pediu à diretora da Fundação de Turismo do Pantanal, Elisângela Sienna da Costa Oliva, estudos técnicos para instalar e padronizar placas de sinalização da escadaria, nas línguas inglesa, espanhola e portuguesa.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos