As chamas se espalharam e chegaram a ameaçar uma pousada na região do Morro do Azeite, em Miranda.

No domingo (27), um incêndio em área de vegetação tomou grandes proporções e espalhou-se por trecho da rodovia BR-262, entre Corumbá e Miranda, na região do Pantanal. Segundo relatos de caminhoneiros que transitaram pela rodovia, a incêndio que ameaça o trânsito na rodovia teria pelo menos de 3km de extensão e as labaredas alcançariam até 3 metros de altura, o que coloca o trânsito pela via extremamente perigoso naquele trecho.

“O fogo é muito extenso e alto, uma labareda enorme. Eu preferi parar, porque eu não sei até onde vai esse fogo e pode me pegar mais na frente. Vou esperar aqui”, relatou o caminhoneiro Antonio Martins, que seguia pela via em direção à Corumbá.

Matéria continua após a publicidade

As chamas tiveram início ainda na tarde do sábado (26) e apresentava grandes dimensões. Neste domingo (27), as chamas se espalharam e chegaram a ameaçar uma pousada na região do Morro do Azeite, em Miranda.

“Não sei dizer se houve uma interdição oficial da rodovia, mas está impossível passar de carro ali. Está muito perigoso, é fogo dos dois lados da pista. Muita fumaça. O fogo está só a 7km da nossa pousada”, relatou a gerente do Morro do Azeite Ecolodge, Esmíria Rodrigues. Segundo ela, o trecho mais perigoso é no sentido Miranda-Corumba, de antes da Dona Maria dos Jacarés até depois do Destacamento da Polícia Florestal Buraco das Piranhas.

De acordo com o Sargento André Martí, do Corpo de Bombeiros de Corumbá, o incêndio ocorre em área de vegetação, é de grandes proporções e chegou a comprometer a estrutura de uma ponte na Estrada Parque Pantanal, próximo ao Porto da Manga e da Fazenda Areião.

Matéria continua após a publicidade

Segundo o Corpo de Bombeiros de Corumbá, equipes estão na região do Porto da Manga e na Estrada Parque.

Com informações Midiamax

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos