Na tarde de terça-feira (17), sete pessoas ficaram feridas e uma mulher morreu por ter sido “sugada” para fora da janela em um voo que saiu de Nova York para Dallas, nos Estados Unidos.

O acidente aconteceu depois que parte da turbina se soltou e quebrou a janela do avião, vinte minutos após a decolagem. Jennifer Riordan, que era executiva da empresa Wells Fargo e estava em viagem de trabalho, chegou a ser puxada para dentro do avião para ser socorrida, mas não resistiu.

Matéria continua após a publicidade

De acordo com o Diario de Pernambuco A empresa responsável pelo voo, Southwest Airlines, afirmou que a aeronave tinha quase 20 anos, contudo, tinha sido revisado três dias antes da decolagem. Com a quebra da janela, a avião perdeu pressurização e precisou fazer um pouso de emergência, comandado pela piloto Tammie Jo.

Os momentos de tensão foram registrados em vídeo os momentos de tensão. O passageiro Marty Martinez, disse ao canal norte-americano CBS News que pensou que iria morrer. “Eu achava que estava vivendo os últimos minutos da minha vida. Nós estávamos caindo".

O momento do pouso  terminou com uma salva de palmas à piloto. "Ela teve nervos de aço, eu quero mandar um cartão de Natal para ela", contou um dos passageiros

Matéria continua após a publicidade

A família de Jennifer, casada e mãe de dois filhos, pelo Facebook, pediu respeito à privacidade deles. "Agradecemos ao apoio prestado pelos nossos amigos, família e comunidade ao nosso redor", afirmou.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos