Corumbá - No sábado (23), por volta das 18h00, o estudante Paulo Rodrigues (17) foi encontrado já em estado de óbito em uma residência na Rua XV de Novembro com General Osório, bairro Popular Velha, em Corumbá.

Conforme relatos de testemunhas, o rapaz cometeu suicídio. Segundo familiares, ele já havia tentado o ato em outras ocasiões.

Matéria continua após a publicidade

Foi realizada pelo Corpo de Bombeiros manobras de ressuscitação cardíaca até a chegada da médica do SAMU que atestou o óbito.

Em relato à Polícia Militar de Corumbá, a namorada da vítima alegou que ambos brigavam muito e que o rapaz teria ameaçado cometer tal ato após uma briga naquela tarde, porém nem a namorada nem a mãe do rapaz acreditaram na ameaça, visto que ele já havia simulado outras vezes.

Na tarde do ocorrido, após a briga, a namorada deixou a vítima sozinha por alguns instantes no quarto, e ao retornar, encontrou a vítima já em estado de óbito.

Matéria continua após a publicidade

O jovem Paulo era conhecido por ser artista rapper e participar de eventos no Porto Geral de Corumbá. Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram sua morte precoce.

O jovem Paulo Rodrigues (17) era conhecido por ser artista rapper e participar de eventos no Porto Geral de Corumbá. Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram sua morte precoce.

O Mato Grosso do Sul é o segundo estado com maior índice de tentativas de suicídio. Estatísticas apontam que em MS número de casos aumentou 52,4% de 2016 para 2017. Corumbá é a terceira cidade com maior índice no Estado.

Precisa de ajuda? O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. Ligue 188.

Acesse: https://www.cvv.org.br/

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos