Maria Fernanda morreu após levar um choque em evento no Centro do Rio. / Imagem: Reprodução/Facebook

Uma jovem de 20 anos morreu após receber uma descarga elétrica durante uma festa particular no Terreirão do Samba, no Centro do Rio.

Maria Fernanda Ferreira de Lima chegou a ser socorrida para o Hospital municipal Souza Aguiar, também no Centro, teve quatro paradas cardíacas e não resistiu.

Matéria continua após a publicidade

O acidente, segundo amigos da vítima, aconteceu por volta das 4h deste domingo (14) quando Maria Fernanda foi a uma área atrás do palco e encostou sem querer numa barra de ferro energizada.

O choque foi tão forte que a jovem desmaiou. A Secretaria Municipal de Saúde informou que ela chegou ao Souza Aguiar já em parada cardiorrespiratória e morreu.

A organização do evento postou nas redes sociais uma nota lamentando o ocorrido:

Matéria continua após a publicidade

“Infelizmente nessa noite, por volta das 4h, fomos informados pelos nossos brigadistas de incêndio de que havia acontecido um incidente. Logo após, nossos médicos decidiram que o melhor a se fazer era encaminhá-la ao hospital. Repassamos essa informação para o Terreirão do Samba e decidimos, a partir desta ocasião, encerrar o evento. Nós zelamos muito pela integridade de cada pessoa que escolhe ir a Puff Puff Bass e, no momento, o melhor a se fazer para preservar cada um de vocês foi encerrar o evento um pouquinho mais cedo”.

De acordo com policiais civis da 6ª DP (Cidade Nova), foi instaurado inquérito para investigar a morte da jovem eletrocutada no Terreirão. O responsável pelo evento e pelo Terreirão já foram ouvidos e a delegada está aguardando a chegada do laudo técnico.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos