Laudos confirmaram que a idosa de 62 anos envenenou a feijoada que ofereceu ao seu genro de 42 anos. Em março deste ano ele chegou a ser internado depois da intoxicação. O resultado do exame apontou que a comida tinha veneno de rato.

Na época, ela teria sido apontada pelo genro de ser a responsável pelo envenenamento. Os cães da casa que comeram a comida acabaram morrendo e a polícia teve de exumar os cadáveres dos cachorros para poder concluir o inquérito.

Matéria continua após a publicidade

Segundo o site JP News, foram feitos quatro exames que atestaram o envenenamento. Na semana passada as investigações foram encerradas com a conclusão de que a idosa teria colocado o veneno de rato na feijoada.

Laudos médicos apontaram que ela tem uma leve “perturbação psicológica”, mas o fato é apontado como insuficiente para livrá-la de responder pelo crime.

O MP (Ministério Público) tem um prazo de 30 dias para apresentar um parecer para a denúncia ou não da idosa.v

Matéria continua após a publicidade

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos