Jessica Leite Ribeiro, 21, suspeita pela morte do enteado Rodrigo Moura Santos, 1, confessou ter pisado duas vezes na criança. O fato ocorreu há uma semana, no dia 16 de agosto, na região da Cabeceira Alegre e a mulher segue presa numa das celas da delegacia.

Na ocasião, o companheiro dela e pai do menino, Joel Rodrigo Avalo Santos, 24, também acabou preso e encaminhado à PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Matéria continua após a publicidade

Conforme apurado, durante conversas da polícia com Jessica, ela confessou que a criança chorava muito e incomodada, pisou no corpo de Rodrigo. Com o aumento do choro, ela acabou mais uma vez o atingindo.

Logo depois, o menino passou mal e ela acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Antes, teria apertado o seu pescoço.

Após a confissão, ela foi submetida a outro depoimento, desta vez ao delegado responsável pelo caso. 

Matéria continua após a publicidade

O Caso 

Na manhã do dia 16 de agosto o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado para atender um bebê que estaria passando mal, na rua Presidente Kenedy, região da Cabeceira Alegre.

No local, os socorristas constataram que a criança já estava morta.

A perícia foi acionada e constatou hematomas nas costas, cabeça e pescoço do bebê.

O menino foi levado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), onde constatou-se a morte violenta, incluindo a ruptura do fígado dele.

Tanto a madrasta, quanto o pai da criança, acabaram encaminhados à delegacia e permanecem presos. O rapaz alega que não estava no imóvel no momento do fato.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos