O resultado preliminar da chamada pública de mantenedoras de Instituições de Educação Superior (IES) do Sistema Federal de Ensino, para seleção de propostas para autorização de funcionamento de curso de Medicina por instituições privadas apontou uma instituição habilitada para instalar o curso em Corumbá. A divulgação foi feita pela Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (SERES), do Ministério da Educação (MEC), conforme as bases do Edital nº 01, de 28 de março de 2018.

De acordo com SERES, o Centro de Ensino Superior de Maringá LTDA (Cesumar/Unicesumar) foi habilitado para instalar o curso de Medicina em Corumbá.  Reconhecida nacionalmente por sua qualidade educacional, o Cesumar/Unicesumar está entre 4% das melhores instituições do Brasil, destacando-se como o melhor Centro Universitário do sul do país. Na última avaliação do MEC, a Unicesumar – mantida pelo manteve IGC 4 (Índice Geral de Cursos – que vai de 1 a 5); resultado conquistado por sete anos consecutivos.

Matéria continua após a publicidade

Outras quatro instituições apresentaram propostas, mas foram desclassificadas nas etapas seguintes de análise documental inicial; análise da capacidade econômico-financeira da mantenedora ou análise de mérito e pertinência da proposta. O prazo recursal expirou em 21 de setembro. A homologação do resultado final, segundo o edital, está programada para 28 de dezembro deste ano.

“Tivemos nesse mês de aniversário de Corumbá, a divulgação da instituição que foi contemplada com a possibilidade de abertura do curso de Medicina em nossa cidade. A Cesumar, instituição do Paraná, foi habilitada. Seu reitor já entrou em contato para agendar uma visita para iniciarmos a implantação da faculdade em Corumbá”, disse o secretário Municipal de Saúde, Rogério dos Santos Leite.

O secretário destacou que a implantação do curso de Medicina além de concretizar “um sonho de Corumbá” e “contemplará a nossa região, com uma rede de saúde mais completa. Ganharemos em serviço, recursos humanos e formatação da rede, com a vinda e formação, em alguns anos, de profissionais que farão Corumbá atingir um patamar mais alto na resolutividade e complexidade em saúde”, completou o titular da Secretaria Municipal de Saúde.

Matéria continua após a publicidade

Desde novembro do ano passado, quando assumiu a Administração Municipal, o prefeito Marcelo Iunes vem trabalhando pela liberação do funcionamento do curso de Medicina, oferecido por instituição de educação superior privada. Um dos primeiros compromissos de Iunes no comando da Prefeitura de Corumbá foi articular uma reunião em Brasília, com a bancada federal sul-mato-grossense, para tratar da questão.

O chefe do Executivo afirmou que a implantação do curso em Corumbá transformará o município num “grande polo educacional” e colocará a cidade em “um novo patamar na saúde pública do país”, além de proporcionar a “geração de renda e recursos para a economia corumbaense”.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos