É hoje ou somente no ano que vem. Foi com esse pensamento que muitos pescadores saíram pelos rios de Mato Grosso do Sul neste domingo (4), último dia antes do início da Piracema - período que vai até o dia 28 de fevereiro e que limita a pesca no estado. É caso do mecânico Sueliton Freitas, de 30 anos, que pescou um Jaú de 70 kg e de 1,62 m em Alcinópolis, a 303 km de Campo Grande.

"Foi muito emocionante, foi o maior peixe que pesquei na minha vida. Quando ergui o Jaú, pensei : é maior que minha mulher", brincou o pescador.

Matéria continua após a publicidade

Sueliton conta que saiu cedo de casa, no último domingo (4), com a esposa Uzaila e com um grupo de amigos. Eles foram pescar no rio Jauru, que fica perto do município. O mecânico disse que usou molinete e isca viva para pegar o "peixão" e precisou de muito esforço.

"Nós estávamos no barco e, quando fisgou, eu já sabia que era um Jáu, isso pela minha experiência, eu pesco desde criança. Com o peixe no anzol foi aquela luta, solta o barco, solta linha, trás de volta, até cansar o bicho. Depois de meia hora de luta, deu certo", acrescentou Sueliton.

Jaú de 70 kg pescado em MS mediu 1,62 m. — Foto: MS Todo Dia/Divulgação

Matéria continua após a publicidade

O mecânico ressaltou que precisou da ajuda dos três amigos para colocar o peixe dentro do barco. Em terra, o grupo pesou e mediu o Jaú. O peixe foi repartido no local pelos amigos e vai virar uma "bela" peixada, marcado para o próximo fim de semana.

Para o feito não virar "conversa de pescador", o mecânico tirou fotos do Jaú e contou que vai guardá-las para sempre. No dia 7 de setembro, Sueliton já tinha pego um outro Jaú de 57 kg.

Dê sua opinião, comente esta matéria!

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.

Já leu?

Leia nossos Artigos